18 -August -2019
Adicionar aos Favoritos

O Bloco de Esquerda vai nu e mostra os seus atributos naturais

O partido político português a que melhor lhe assenta o epíteto de “esquerda caviar” é o Bloco de Esquerda (BE), que nasceu em finais de fevereiro do século passado através de um “casamento de interesses” de partidos que se alimentavam de um ódio figadal histórico, como eram os marxistas-leninistas-maoístas da União Democrática Popular (UDP), os trotskistas do Partido Socialista Revolucionário (PSR) e os neocomunistas da Política XXI. O único fator comum entre estes partidos revolucionários era o controlo do poder através da instauração da ditadura do proletariado, para a implantação de um estado comunista.

Continuar... O Bloco de Esquerda vai nu e mostra os seus atributos naturais

Nós e os outros

Somos parte de um todo plural, marcado pela diversidade e pelas infindáveis diferenças existentes entres nós e os outros, desde as diferenças civilizacionais, étnicas, hábitos, crenças e ideias. A intolerância perante o outro, a descriminação e o desrespeito pela individualidade de cada um têm originado guerras regionais e mundiais, mas também muitos conflitos interpessoais.

Continuar... Nós e os outros

Eles comem tudo e não deixam nada!

O argumento utilizado pela governação, para não construir obras importantes e estruturantes nalgumas localidades é que o país está em crise. Tem sido este o argumento esfarrapado do poder central, mas a verdade é que não há vontade política para serem efetuadas essas obras há muito prometidas, só porque não se localizam na capital. Apenas isso!

Continuar... Eles comem tudo e não deixam nada!

Ninguém escolhe a depressão

A depressão não é um sinal de fraqueza, nem um estado de espírito que passa; é uma forma de dano cerebral que é transversal a todas as camadas sociais; é uma perturbação do estado do humor que atinge a esfera da capacidade cognitiva, dos interesses, da vontade, dos desejos e da regulação dos instintos. Portugal tem a taxa de depressão mais elevada na Europa e a segunda no mundo afetando mais de 400 mil portugueses.

Continuar... Ninguém escolhe a depressão

O isolamento social e a solidão matam

As pessoas com uma rede social de apoio frágil têm tendência a ter piores hábitos de saúde, a terem menos propensão para o tratamento, a terem mais problemas de saúde, a serem mais afetadas pelo stresse, que as empurra para uma solidão que piora a saúde. O isolamento social e a solidão estão associadas ao acidente vascular cerebral, à doença valvular cardíaca, à doença cardíaca isquémica, à arritmia e à insuficiência cardíaca.

Continuar... O isolamento social e a solidão matam