15 -November -2018
Adicionar aos Favoritos

A pobreza é uma vergonha nacional

O conceito de pobreza abrange áreas tão diferenciadas, que vão desde a falta de rendimentos necessários para a satisfação das necessidades alimentares e não alimentares básicas, assim como a falta de acesso à saúde e à educação, a falta de água e saneamento, o isolamento, a exclusão social, a vulnerabilidade. Mas também o acesso equitativo ao sistema judicial, a não existência de habitação e até transportes públicos acessíveis. É uma grave privação de recursos!

Continuar... A pobreza é uma vergonha nacional

A vida é feita de emoções e sentimentos

As emoções são essencialmente impulsos para agir que conduzem à ação; são o motor do comportamento humano. Etimologicamente a palavra emoção deriva do latim «emovere», que significa «pôr em movimento». São as emoções que nos fazem pensar, falar, agir, sonhar, chorar, sorrir.

Continuar... A vida é feita de emoções e sentimentos

Um obrigado ao voluntariado que não é louvado, não é noticiado, nem é pago!

O voluntariado é uma participação livre, desinteressada, responsável e ativa dos cidadãos na vida das comunidades, que se traduz numa relação solidária para com o próximo e na participação de soluções para a melhoria da qualidade de vida de toda a comunidade. Sem receber qualquer contrapartida pela sua entrega aos outros e à sociedade. 

Continuar... Um obrigado ao voluntariado que não é louvado, não é noticiado, nem é pago!

Os combustíveis e os militantes do protesto e dos bitaites

Os portugueses têm sido brindados semanalmente, com aumentos escandalosos e consecutivos dos combustíveis, numa pura lógica economicista imoral. É a preocupação dos camaradas da «geringonça» em manter o défice a todo o custo, mas esquecendo-se que num passado recente afirmavam que havia vida para além do défice. Agora parece que já não há. 

Continuar... Os combustíveis e os militantes do protesto e dos bitaites

Viva a vida!

A finitude da vida humana, que é um processo inevitável que chega a todos inexoravelmente, sempre preocupou o homem. As religiões, as artes, as ciências e a filosofia tentaram sempre responder a esta questão, porém nenhuma delas conseguiu respostas completas e universais. Em termos filosóficos, a finitude humana é algo que para cada um de nós é certo, mas cujo momento desta ocorrer é bem incerto. 

Continuar... Viva a vida!