19 -September -2018
Adicionar aos Favoritos

A Enfermagem é exercida por gente que cuida de gente

A Enfermagem é uma ciência complexa que exige uma preparação rigorosa, é uma arte que requer uma devoção exclusiva, é uma profissão sublime que exige muitas responsabilidades de quem a exerce, é uma componente fundamental no sistema de saúde. A atividade principal da Enfermagem é cuidar das pessoas, é lidar com a vida da gente, é atuar na proteção e promoção da saúde junto à população, é apoiar os pacientes que se recuperam de enfermidades ou intervenções cirúrgicas. 

O propósito da Enfermagem é responder às necessidades de saúde, por isso assume um papel decisivo no que se refere à identificação das necessidades de cuidados da população, nas suas diferentes dimensões. A Enfermagem, que teve uma evolução muito grande na sua formação base e na complexidade do seu exercício profissional é muitas vezes estupidamente desvalorizada pela tutela e pelo legislador, que se esquecem frequentemente de a dignificar, de dar a relevância merecida e reconhecer a importância do valor social e da indispensabilidade que tem no sistema de saúde.

É interessante ler com atenção o juramento oficial do curso de Enfermagem: “Juro dedicar a minha vida profissional ao serviço da humanidade, respeitando a dignidade e os direitos da pessoa humana, exercendo a Enfermagem com consciência e fidelidade; guardar sem desfalecimento, os segredos que me forem confiados; respeitar a vida desde a concepção até depois da morte; não praticar atos que coloquem em risco a integridade física ou psíquica do ser humano; atuar junto à equipa de saúde para o alcance da melhoria do nível de vida da população; manter elevados os ideais da profissão, obedecendo os preceitos da ética, da legalidade e da moral, honrando o seu prestígio e as suas tradições". 

Só pode ser profissional de Enfermagem quem possuir a licenciatura em Enfermagem e tiver a cédula da Ordem, que reconhecerá a sua competência científica, técnica e humana para a prestação de cuidados de enfermagens gerais. Os profissionais de Enfermagem, que têm de prestar uma assistência cuidada de nível superior enfrentam diariamente na sua atividade um sistema injusto, extenuante e stressante, uma escala de trabalhos pesados e desumanos. Como “recompensa” destas exigências recebem um salário baixo, um salário de miséria, um salário injusto e indigno, para um profissional com as suas habilitações e formação.    

A Enfermagem é exercida por gente que cuida de gente. Os profissionais de Enfermagem são autênticos guerreiros da paz, são seres humanos abertos para a vida, com todas as capacidades, restrições, alegrias e frustrações, mas também conseguem arrancar do fundo do seu ser as forças necessárias para ajudar a mitigar as dores, aquecer o coração e afagar a alma de quem geme, de quem sofre. Bem-haja! 

Crónica escrita em 09/12/2017, para ser publicado na “BIRD Magazine”, tendo em atenção as regras do novo acordo ortográfico.