20 -November -2019
Adicionar aos Favoritos

O nazismo e o comunismo em pé de igualdade também no ensino

O comunismo e as horrorosas crueldades que foram cometidas em seu nome, só agora é que começam a ser desvendadas, após as investigações que foram feitas ao longo dos últimos anos, principalmente após a queda do Muro de Berlim e o emergir de novos países a leste da Europa. Foram os povos destes novos países, e de outros países comunistas espalhados por todo o mundo, que sofreram as atrocidades cometidas em nome de uma ideologia esclerosada. 

Continuar... O nazismo e o comunismo em pé de igualdade também no ensino

O governo engordou e vestiu nova roupagem

Ainda não tinha terminado a fase da contagem dos votos dos dois círculos eleitorais da emigração (Europa e fora da Europa), mas já estava a ser anunciada a constituição do XXII Governo de Portugal, num vazio de sentido e num claro desrespeito aos portugueses residentes no estrangeiro, como se os seus votos não tivessem o mesmo significado dos restantes portugueses. E depois os políticos vertem “lágrimas de crocodilo”, a lamentarem as elevadas taxas de abstenção!

Continuar... O governo engordou e vestiu nova roupagem

É preciso repensar ou mesmo refundar a direita

Os resultados eleitorais das últimas eleições legislativas foram desastrosos para os partidos políticos que se posicionam no centro e na direita do espectro político português, principalmente para o CDS-PP que teve uma hecatombe eleitoral (4,25%) e para o PSD que teve mais uma derrota histórica (27,9%). Não vale a pena meter a cabeça na areia, como a avestruz, pois os resultados estão à vista de todos e já foram mais que escrutinados pela opinião pública.

Continuar... É preciso repensar ou mesmo refundar a direita

A maioria silenciosa faz muito barulho

Nas eleições legislativas 2019, a abstenção atingiu um valor recorde de 45,5%, mais do que verificado nas eleições legislativas anteriores (44,1%) e muito inferior ao verificado nas eleições europeias 2019 (69%). No passado dia 6 de outubro foram muitos os portugueses que não quiseram ser representados na Assembleia da República e optaram por não ir votar (4,3 milhões) ou votaram em branco (130 mil) ou votaram nulo (89 mil).

Continuar... A maioria silenciosa faz muito barulho

Não existe um único caso de sucesso socialista

Todas as experiências repetidas de governação à esquerda, seja ela mais ou menos moderada, a história diz que nunca deram bom resultado para as pessoas, pois deixaram sempre o país às portas da bancarrota, senão mesmo na bancarrota. Depois de um primeiro mandato de sucesso aparente, no segundo mandato veio o desastre económico, social e político.

Continuar... Não existe um único caso de sucesso socialista